Mario Segale

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção é sobre alguém que morreu recentemente.
A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (data da marcação: 11 de novembro de 2018; editado pela última vez em 5 de novembro de 2018)
Twemoji 1f464.svg
Mario Segale
Nome nativo Mario Arnold Segale
Nascimento 30 de abril de 1934
Seattle
Morte 27 de outubro de 2018 (84 anos)
Tukwila
Cidadania Estados Unidos
Ocupação empresário, incorporação imobiliária
Uma das únicas fotos de Segale adulto disponíveis na internet

Mario A. Segale (30 de abril de 193427 de outubro de 2018) foi um empresário e promotor imobiliário estadunidense.[1] Esteve envolvido em vários projetos de desenvolvimento em Seattle desde a década de 1950.[2] O personagem Mario da Nintendo faz referência a ele.[3]

Sucesso nos negócios

Sua empresa, a M. A. Segale Inc., uma companhia de asfalto e construção, foi vendida por 60 milhões de dólares em 1998 para um grupo irlandês de materiais e construção.[4] Mario Segale e seu filho Marcos também se envolveram em outros empreendimentos.

Legado de Mario à Nintendo

Em 1981, a Nintendo alugava um dos armazéns de Segale, que era usado como sua sede americana. Embora em dificuldades, a empresa se preparava para o grande lançamento na América do Norte de um novo jogo de arcade, Donkey Kong. De acordo com uma história que se difundiu bastante à época, a empresa acabou não pagando o aluguel do armazém, o que levou a uma raivosa visita de seu senhorio, Segale. Depois de uma acalorada discussão, Segale, por fim, aceitou a promessa do presidente da Nintendo da América Minoru Arakawa de que o aluguel seria pago em breve, e foi embora. De acordo com a história, Arakawa e outros desenvolvedores posteriormente imortalizaram Segale renomeando o protagonista de Donkey Kong, anteriormente conhecido como "Jumpman", para "Mario".[5]

Esta história foi publicada pela primeira vez em 1993 no livro Game Over de David Sheff (porém, devido a um erro de ortografia neste livro, por anos, o seu último nome foi escrito Segali). Mais tarde ela apareceu em The Ultimate History of Video Games em 2001. Posteriormente a história se espalhou amplamente pela Internet.[6] Em 2015, a Nintendo confirmou que seu personagem Mario de fato deve seu nome a Segale.[7] Certa vez Seagle disse ao Seattle Times , em uma rara entrevista, "Pode-se dizer que ainda estou esperando os pagamentos de direitos (royalties)."

Notável contribuição à história política

Um estudo de 2004 o Seattle Times indicou que Segale foi um dos 50 maiores financiadores políticos no Estado de Washington.[8] No total, Segale e seu filho Marcos, doaram mais de US $90.000 para candidatos e organizações democratas entre 2000 e 2007. Algumas dessas contribuições foram para eleger funcionários que trabalhariam na legislação de segurança em uma proposta de uma empresa de Segale.

Morte

Segale faleceu em 27 de outubro de 2018, deixando esposa, 4 filhos e 9 netos.[9]

Referências